Destaque, Notícias

Trabalhadores se manifestam a favor da liberdade econômica

Publicada em 11/03/2021

 

Grupos de trabalhadores de Porto Alegre se reuniram em frente ao Palácio Piratini para protestar contra as medicas restritivas impostas pelo Governador Eduardo Leite.

O ato criticou as restrições adotadas em relação às atividades de comércio e serviços. Os manifestantes, em sua maioria, vestiam camisetas verde e amarelas. Balões pretos foram pendurados junto aos gradis do Piratini, que recebeu reforço de segurança. Eram comuns cartazes e faixas com os dizeres “Não ao lockdown” e “Toda atividade é essencial”.

O protesto foi organizado via redes sociais por empresários e comerciantes que precisam, urgentemente, voltar a trabalhar.

Charles da Luz, 43 anos, dono de um comércio eletrônico em shopping afirmou que o comércio já foi penalizado em 2020, sem resultados positivos na saúde:

— É uma questão de sobrevivência. Ficamos cinco meses fechados. Tinham que fiscalizar festas clandestinas. Não somos os culpados pelo que está acontecendo.

O comércio precisa voltar. Precisamos de medidas eficientes de gestão que não penalize o comércio. Toda atividade que põe o pão na mesa de alguém é essencial. O comércio não é o vilão!

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Deixe sua opinião